Esse pedacinho paradisíaco da Colômbia é um dos destinos mais procurados por quem quer conhecer o litoral do país. Mas quando ir para San Andrés? 

Bem… Este pequeno paraíso é conhecido, carinhosamente, como Mar de Sete Cores, pois, suas águas cristalinas possuem uma variação de coloração, de um azul profundo até  iluminados tons de verde água.

O espetáculo de cores do mar do Caribe pode ser contemplado pelos turistas antes de chegar a ilha, porque da janela do avião já é possível ter uma vista privilegiada do espetáculo natural.

A ilha de origem vulcânica, está localizada entre os países da Nicarágua, Costa Rica e a cerca de 775 Km da costa da Colômbia.

San Andrés é conhecida por suas praias de areia branca, águas tranquilas e cristalinas.

Então, se você está pensando em conhecer este pedaço do paraíso, vamos te dar as melhores dicas para levar em conta na hora de escolher quando ir para San Andrés!

Quando ir para San Andrés?

Se você planeja viajar para San Andrés é bom saber que as principais atividades turísticas serão feitas ao ar livre.
Isso porque o diferencial dessa ilha é o contato com a natureza e as paisagens lindas. 

Assim, você vai fazer passeios de barco, conhecer praias e praticar o mergulho.

E para que tudo dê certo e você possa aproveitar o que San Andrés tem de melhor, você precisa ficar de olho no clima da região.

Por estar próxima a Linha do Equador, o Sol é garantido a maior parte do ano, com uma temperatura média anual de 27°C.

No entanto, como é característico dos climas tropicais, os invernos costumam ser chuvosos.

Por isso, a melhor época para conhecer San Andrés é de dezembro a março, quando, geralmente, chove pouco.

Então, se você quer fugir das chuvas, deve evitar os meses de abril e maio, além de setembro e outubro, principalmente. Neste período, a ilha é caracterizada pelas chuvas e a possibilidade de incidência de tempestades tropicais.

Para você não ter dúvida na hora de escolher quando ir para San Andrés, você pode conferir a tabela com os dados climatológicos da ilha, do site climate-data.

quando ir para San Andrés

Alta temporada em San Andrés

Quando o preço da viagem é um fator determinante, é importante ficar ligado nos meses que são considerados de alta temporada.

Em San Andrés, os meses de dezembro, janeiro e fevereiro são o período de maior movimento.

Isso porque nesta época é possível conciliar o bom tempo, os feriados prolongados e as festas de fim de ano.
Ou seja, uma soma de fatores perfeitos para o turismo!

Outro período a ser considerado é a Semana Santa, que é um feriado nacional muito importante na Colômbia e por isso a ilha costuma ficar lotada.

No entanto, esse é um feriado que não tem data fixa no calendário e varia conforme o ano. Então, fique atento!

Os meses de julho e agosto também podem ser considerados alta temporada, devido às férias no hemisfério norte.

Agora que você já conhece os períodos de alta temporada, fique esperto! Porque os preço de hotéis e passeios em San Andrés ficam mais caros. No caso da hospedagem, por exemplo, é preciso fazer as reservas com maior antecedência.

Dicas práticas de viagem

Para que você possa desfrutar de tudo o que San Andrés tem para oferecer de melhor e para que a sua viagem não tenha nenhum contratempo, vamos te dar algumas dicas preciosas.

Tarjeta de Turista

Essa é uma taxa de turista cobrada para que você possa ter acesso às ilhas do Arquipélago de San Andrés.

É importante que você guarde ela até o final da sua viagem, porque ela pode ser solicitada no embarque e desembarque da ilha.

Você pode comprar a taxa  nas companhias aéreas, no portão de embarque para San Andrés e em algumas ocasiões pode encontrar disponível no Brasil.

O valor é de, mais ou menos, R$ 150.

Internet

Você não vai encontrar internet disponível a todo momento! 

Os acessos de melhor qualidade são os dos resorts. Uma dica para conseguir wi-fi grátis, fornecido pelo governo, é ir até a orla próxima do calçadão, no centro ou na Secretaria de Turismo.

Mas se você não quer ficar desconectado, a solução é comprar um chip de celular.

Documentação

Brasileiros que vão para San Andrés não precisam de passaporte nem de visto, se forem ficar por até 90 dias.
Na ilha, como documento oficial, você vai precisar de um RG em bom estado de conservação e que tenha sido emitido no período de 10 anos.

O seguro de viagem é opcional! Mas, se você não quer correr risco de que  algum contratempo atrapalhe a sua viagem é recomendável que você contrate.

A obrigatoriedade fica por conta do Certificado Internacional de Vacinação Contra Febre Amarela, necessário para qualquer região da Colômbia. 

Conheça outros destinos da região

Visitar San Andrés também proporciona aos turistas conhecer outros destinos turísticos da região.
A ilha integra o Arquipélago de San Andrés, que também é formado pelas ilhas de Providência e Santa Catalina, que ficam a um voo de 20 minutos.

Leia mais: Caribe Colombiano – Tudo o que você precisa saber

Por serem ilhas menores, os viajantes encontram um clima mais tranquilo, com praias de águas calmas e uma linda barreira de corais, que também tem opção de prática de mergulho.

E se estiver nos seus planos uma viagem mais longa, você não pode deixar de fazer um combo entre San Andrés e Cartagena, cidade colombiana localizada no continente.

Ali você vai visitar belos pontos turísticos desta cidade histórica, como a Ciudad Amurallada.

E por fim, se você conseguir, vale a pena dar uma esticadinha até a capital do país, Bogotá. 

Assim, se você fizer um roteiro com estadias curtas em cada um dos seus destinos, em um período de pelo menos dez dias, é possível encaixar cada um desses locais. Vale a pena viver essas experiências pelo território colombiano!

Se você gostou das nossas dicas sobre quando ir a San Andrés, deixe o seu comentário!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima